26 de mar de 2011

As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne



Quando eu era criança, todos os dias da semana, eu me sentava na frente da TV e assistia um combo dos meus programas preferidos da TV Cultura: "O Mundo de Beakman" , "Castelo Rá Tim Bum" e "As Aventuras de Tintim". 
Eu adorava o repórter Tintim, seu fiel cachorro Milu e sempre morria de rir dos insultos do Capitão Haddock e da fraca audição do Professor Girassol. 
Alguns anos atrás achei um blog que tinha todos os episódios para download e fiz a festa! Hoje tenho todos eles salvos e, vira e mexe, eu volto a assisti-los.  


Vocês nem imaginam a minha alegria ao descobrir que no final desse ano será lançado um filme da história "O Segredo do Licorne" com tecnologia 3D e dirigido por ninguém mais, ninguém menos que Steven Spielberg.


Em "O Segredo do Licorne" o aventureiro Tintim compra para seu amigo Capitão Haddock, um modelo de um navio antigo, que, por coincidência, era a réplica do navio de um antepassado do capitão, o cavaleiro de Hadoque. O modelo é roubado, e logo depois a casa de Tintim é toda revirada. 
Por sua vez, o capitão acha no sótão de casa as memórias do cavaleiro. Nelas, ele narra seu encontro no Caribe com o pirata Rackham, o Terrível, que o captura com seu navio, para o qual transfere os tesouros que havia pilhado. O cavaleiro consegue escapar e afunda o Licorne com todo o tesouro a bordo. Divide o mapa com a localização do naufrágio em três partes, que esconde em réplicas do navio. Muitos anos depois, Tintim e seus amigos decidem buscar as partes do mapa, sabendo que para isso terão de driblar uma perigosa quadrilha.



É incrível como um HQ criado em 1929 ainda seja tão querido e lembrado. E o mais bacana é que os diretores resolveram fazer o filme com a história original ( de 1943) de Hergé (criador do HQ).


Confira o primeiro trailer divulgado:



2 comentários:

  1. Nooooooooooooooooooooooooooooossa! filme do Tintim! Que muito louco... não lembro muito do desenho...

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que 10! o que é bom permanece, mesmo que o autor de Tin Tin tenha tido um passado envolto em acusações de racismo e nazismo. O politicamente correto pode ser muito chato quando vira perseguição e censura.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...