17 de mai de 2011

Um Ano Sem Ronnie James Dio



Ontem, dia 16/05/11, completou um ano da morte de um dos maiores vocalistas de todos os tempos. 
Dio era norte-americano e nasceu em 10 de julho de 1942 em Portsmouth. Ele adotou o sobrenome "Dio" em homenagem a um mafioso italiano, Johhny Dio. 
Ainda na escola, formou a banda de rockabilly Vegas Kings e após mudar de nome várias vezes  tornou-se conhecida como ELF.

Em meados dos anos 70 foi chamado para cantar no Rainbow de Ritchie Blackmore (ex-Deep Purple), onde gravou quatro álbuns. 
Depois de deixar o Rainbow, foi convidado pelo guitarrista Tony Iommi para ocupar o posto de vocalista do Black Sabbath, permanecendo com a banda até 1983.
No mesmo ano, lança um álbum solo, "Holy Diver" que foi muito bem aceito e deixou clássicos como a faixa-título, "Stand Up and Shout", "Don’t Talk to Strangers" e a famosa "Rainbow in the Dark".


No documentário "Metal - a Headbangers Journey" ele é citado como o criador do "chifrinho" feito com as mãos, imitado por fãs de Metal do mundo inteiro. Segundo ele, o símbolo era usado por sua avó italiana, e servia para afastar o "mau olhado".


Em 2007 reuniu-se com os antigos companheiros de Black Sabbath, Tony Iommi, Geezer Butler e Vinny Appice, para excursionarem na promoção do álbum Black Sabbath - The Dio Years. Neste álbum estão grandes clássicos como "Neon Knights", "Die Young", "Falling Off The Edge Of The World", "The Mob Rules" e três músicas novas compostas especialmente para este disco: "The Devil Cried", "Ear in the Wall" e "Shadow of the Wind".


Em novembro de 2009 sua esposa e empresária, Wendy, anunciou que Dio havia sido diagnosticado com câncer de estômago.
O tratamento foi iniciado com a doença no estágio inicial, porém, em 4 de maio de 2010, o Heaven and Hell anunciou que eles estavam cancelando todas as apresentações que ocorreriam no verão por causa da condição de saúde de Dio.


Ele faleceu na manhã de 16 de maio de 2010. Essa, com certeza, foi uma grande perca para o Heavy Metal. Dio possuia uma das melhores e mais emocionantes vozes do mundo da música e era também um grande compositor. 
Infelizmente, Dio se foi antes que eu pudesse tê-lo visto ao vivo. Eu sei o quanto me arrependo de não te-lo visto na última vez que passou pelo Brasil ao lado dos integrantes do Black Sabbath, no Heaven and Hell, mas deixo aqui minha homenagem.

2 comentários:

  1. O tempo é algo implacável mesmo, nem parece que já faz 1 ano.... e ainda é difícil de acreditar que ele se foi.

    Pelo menos seu legado tá ai pra nossa alegria ^^

    ResponderExcluir
  2. Dio foi o maior de todos. O heavy metal e o rock não seriam o que são sem ele. Bem, sou suspeito para falar, já que o primeiro disco de som pesado que ouvi na vida foi o Rainbow On Stage, e dá para contar nos dedos os álbuns que me impressionaram tanto quanto esse. Músicas como Kill the King, Catch the Rainbow e Sixteenth Century Greensleeves nunca me sairão da cabeça e do coração.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...