10 de fev de 2012

Filme X Livro - O Código Da Vinci


É verdade que tudo o que é feito que tenha alguma ligação com religião e foge do que está escrito na Bíblia gera polêmica! E é claro, que não foi diferente com o livro O Código Da Vinci (título original:
The Da Vinci Code), lançado em 2003.
Não estou aqui para questionar a religião de ninguém, mas acho que as pessoas deveriam ter uma mente mais aberta. Afinal, é historicamente provado, que além de imperador romano Constantino ter escolhido a dedo quais livros fariam parte da Biblía (descartando muitas informações valiosas sobre a vida de Jesus na Terra), muitas palavras foram trocadas ao longo do tempo, devido a traduções erradas.


Silas, membro da Opus Dei
A polêmica em torno da obra foi maior quando saiu o filme, pois gerou mais repercussão. O livro de Dan Brown, assim como suas outras obras, possui muito mistério, o que faz com que o leitor se prenda muito em cada detalhe da história e não consiga parar de ler. Conforme a história se desenrola, novas descobertas são feitas e novos mistérios surgem.

Robert Langdon, o personagem principal, é um professor de Simbologia da Universidade de Harvard que vai à Paris se encontrar com o Curador do Museu do Louvre, Jacques Saunière. Porém, um membro fanático da Opus Dei, chamado Silas, assassina Jacques antes que Langdon pudesse o encontrar.
Ferido, um pouco antes de morrer, Jacques Saunière consegue deixar pistas para que o Professor Langdon e sua neta Sophie Neveu se conheçam e possam desvendar o mistério que existe por trás do Santo Graal.
Mais para frente é descoberto que Jacques Saunière era membro de uma sociedade secreta chamada Priorado de Sião, que teve como membros Botticelli, Victor Hugo, Isaac Newton e Leonardo da Vinci.



No filme Robert Langdon é interpretado por Tom Hanks e Sophie Neveu pela atriz francesa Audrey Tautou.
Apesar de ter sido record de bilheteria em todo o mundo, o filme O Código da Vinci recebeu muitas críticas e foi vaiado no Festival de Cannes pois, fãs do livro de Dan Brown alegam que o filme não passa a verdadeira mensagem que o livro traz.


A verdade é que o livro traz muitas informações e é impossível passar tudo para o filme. Pois apesar de o livro ter uma historia fictícia muitas informações, como por exemplo, sobre a Opus Dei, Priorado de Sião e Leonardo Da Vinci, são verdadeiras.

O filme não foge da história original (ao contrário do que acontece com Anjos e Demônios), mas também não passa muitas informações importantes.

Se você gostou do filme vai adorar o livro. E se você gosta de livros com mistérios e tem uma mente aberta, pode ter certeza que O Código Da Vnci é um prato CHEIO!  

4 comentários:

  1. Olá
    Adorei os dois, achei que o livro conseguiu extrair o melhor do livro e transmitir àqueles que não leram e não lerão...
    Beijos
    Chrys
    http://todaaliteraturadomundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amei os dois O QUE QUE FOI que aconteceu no final do livro foi 10

    ResponderExcluir
  3. Esse cara falou tudo demais

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...