5 de jan de 2016

Filme x Livro - O Menino do Pijama Listrado


O livro escrito por John Boyne, lançado em 2007, tem como personagem principal um menino alemão de 8 anos filho de um militar nazista.
A história se passa no meio da segunda guerra mundial e começa quando Bruno e sua família precisam se mudar da grande casa que possuem em Berlim devido à mudança de cargo do pai.
O menino não sabe sobre a guerra em que seu país se encontra e a real posição de seu pai em tudo.

A nova casa da família é em uma região muito isolada e vive repleta de oficiais militares que entram e saem de sua casa e do escritório de seu pai.
Longe da escola e dos amigos, Bruno fica sempre muito entediado e muitas vezes revoltado com a decisão do pai de se mudar para um lugar tão estranho.


Através da janela de seu quarto ele consegue ver que ao longe, depois de uma grande cerca, existem muitas pessoas todas vestindo o mesmo pijama listrado. Apesar de achar estranho, Bruno não faz ideia que o lugar que ele acredita ser uma fazenda, na verdade é um campo de concentração para judeus.

Sempre muito curioso e solitário, Bruno resolve explorar a região e em um de seus passeios acaba encontrando Schmuel, um menino judeu que estranhamente nasceu no mesmo dia que ele.
Mesmos separados pela cerca, os dois logo se tornam amigos e Bruno começa a encontra-lo sempre no mesmo local.

A adaptação para o cinema foi lançada em 2008 e tem algumas diferenças em relação ao livro que, no meu ponto de vista, acabaram deixando a história mais emocionante.
Diferente do livro, no filme o pai e a mãe de Bruno são muito mais presentes na vida dos filhos e costumam demonstrar afeto, o que faz uma grande diferença no decorrer da história.

No filme, Bruno consegue perceber aos poucos alguns detalhes da guerra e do tratamento diferenciado aos judeus.
Além disso, a narrativa torna a história previsível no livro e a falta do “elemento surpresa” acaba tornando a história menos empolgante para o leitor.
Essa é a primeira vez que acho o filme melhor do que o livro em que ele foi baseado.

O livro é curto e fácil de ler. Para quem tem dificuldades com leitura essa é uma ótima opção, pois independente de ter achado o filme melhor, o livro sempre tem mais detalhes e essa história é muito interessante! Vale a pena conferir ambos!

Curiosidades:
A partir de março de 2010, o livro vendeu mais de cinco milhões de exemplares;
O filme ganhou o Oscar de melhor filme dramático;
Muitos críticos reclamaram das referências históricas do livro.

Um comentário:

  1. Fá, ainda não li/assisti esse, mas baseado na sua análise, acredito que um dos aspectos retratados na obra é o aprisionamento. Bruno está preso em casa e no sentimento de tédio, fatores que se tornam pequenos para ele a partir do encontro com o menino do pijama listrado, que está preso num campo de concentração, submetido à tortura física e privado de qualquer desejo e vontade além da sobrevivência. Fiquei interessado! Continue escrevendo!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...